Provas de redação aplicadas em concursos de Tribunais de Justiça

TJ/AC – 2012 – Bibliotecário

Informações sobre o concurso

Órgão: Tribunal de Justiça do Acre

Ano: 2012

Cargo: Bibliotecário

Banca: Cespe

 

Orientações da banca

Na prova a seguir, faça o que se pede, usando, caso deseje, o espaço para rascunho indicado no presente caderno. Em seguida, transcreva o texto para a FOLHA DE TEXTO DEFINITIVO DA PROVA DISCURSIVA, no local apropriado, pois não serão avaliados fragmentos de texto escritos em locais indevidos.

Qualquer fragmento de texto que ultrapassar a extensão máxima de linhas disponibilizadas será desconsiderado.

Na folha de texto definitivo, identifique-se apenas na primeira página, pois não será avaliado texto que tenha qualquer assinatura ou marca identificadora fora do local apropriado. Ao texto que contenha qualquer outra forma de identificação será atribuída nota zero, correspondente a identificação do candidato em local indevido.

Ao domínio do conteúdo serão atribuídos até 10,00 pontos, dos quais até 0,50 ponto será atribuído ao quesito apresentação e estrutura textual (legibilidade, respeito às margens e indicação de parágrafos).

 

Prova de Redação – TJ/AC 2012 – Bibliotecário

Em geral, os programadores de ferramentas tecnológicas pré-definem os modos de acesso e consulta à informação, sem considerar o ponto de vista dos usuários. O usuário, então, deve desenvolver habilidades que o permitam definir as buscas, decifrar e usar os vários tipos de interfaces, com pouco ou nenhum mecanismo de prevenção de erros, conhecer a sintaxe dos programas e, também, o vocabulário controlado de muitos deles, além de utilizar os operadores lógicos. Alguns pesquisadores analisam o fato de, em muitas interfaces, não se considerarem o processamento da informação nem as habilidades motoras dos usuários ou as habilidades na recuperação e navegação, especificamente suas dificuldades para digitar e compor frases para requisição da informação. Analisam, finalmente, o fato de não se considerar a preferência dos usuários na realização da busca.

Ivette Kafure e Murilo Bastos da Cunha. Usabilidade em ferramentas tecnológicas para o acesso à informação. In: Revista ACB: Biblioteconomia, Santa Catarina: Florianópolis, v.11, n.º 2, p. 273-282, ago./dez., 2006 (com adaptações).

——–

Considerando que o fragmento de texto acima tem caráter unicamente motivador, redija um texto dissertativo acerca da utilização das ferramentas tecnológicas na consulta à informação. Ao elaborar seu texto, aborde necessariamente os seguintes aspectos:

– atendimento das necessidades e expectativas do usuário; [valor: 3,00 pontos]

– recuperação rápida e precisa da informação; [valor: 3,00 pontos]

– influência do modo de acesso à informação nas tarefas do usuário. [valor: 3,50 pontos]

 

Dicas da Oficina

Antes de começar a escrever, pesquise sobre o tema e anote os argumentos relevantes que encontrar.

Na hora de escrever, simule o ambiente de prova. Escreva em uma folha de redação numerada, cronometre o tempo e não se distraia. Isso fará com que você fique menos ansioso durante a prova oficial.

Corrija suas redações. Você pode pedir a um amigo, a um professor ou pode enviar seus textos para a equipe da Oficina de Redação. Nossos Planos de Correção Detalhada são praticamente cursos particulares de redação, pois identificamos e damos instruções para você corrigir todos os erros que cometer. É comum os nossos alunos garantirem notas acima de 90,0 pontos e escreverem textos excelentes em cerca de 1 hora.

Independentemente da alternativa que você escolher, corrigir os erros antes da prova é o que garantirá a sua aprovação, portanto, não deixe de fazer isso.