MPU – 2013 – Antropologia


Informações sobre o concurso

Órgão: Ministério Público da União

Ano: 2013

Cargo: Analista do MPU – Antropologia

Banca: CESPE

 

Orientações da banca

• Nesta prova, faça o que se pede, usando, caso deseje, o espaço para rascunho indicado no presente caderno. Em seguida, transcreva o texto para a FOLHA DE TEXTO DEFINITIVO DA PROVA DISCURSIVA, no local apropriado, pois não será avaliado fragmento de texto escrito em local indevido.

• Qualquer fragmento de texto além da extensão máxima de linhas disponibilizadas será desconsiderado.

• Na folha de texto definitivo, identifique-se apenas no cabeçalho da primeira página, pois não será avaliado texto que tenha qualquer assinatura ou marca identificadora fora do local apropriado.

• Ao domínio do conteúdo serão atribuídos até 40,00 pontos, dos quais até 2,00 pontos serão atribuídos ao quesito apresentação (legibilidade, respeito às margens e indicação de parágrafos) e estrutura textual (organização das ideias em texto estruturado).

 

Prova de Redação – MPU 2013

É precisamente porque as identidades são construídas dentro, e não fora, do discurso que nós precisamos compreendê-las como produzidas em locais históricos e institucionais específicos, no interior de formações e práticas discursivas específicas, por estratégias e iniciativas específicas. Além disso, elas emergem no interior do jogo de modalidades específicas de poder e são, assim, mais o produto da marcação da diferença e da exclusão do que o signo de uma unidade idêntica, naturalmente construída, de uma identidade em seu significado tradicional — isto é, uma mesmidade que tudo inclui, uma identidade sem costuras, inteiriça, sem diferenciação interna.

(Stuart Hall. Quem precisa da identidade?. In: Tomaz Tadeu da Silva. Identidade e diferença. 4.a, Ed. Petrópolis: Vozes, 2005, p. 109 (com adaptações))
Tendo como referência o fragmento de texto acima, que tem caráter unicamente motivador, redija um texto dissertativo acerca do seguinte tema: 

AS NOVAS IDENTIDADES E AS POLÍTICAS DE RECONHECIMENTO NO CONTEXTO DO ESTADO NACIONAL CONTEMPORÂNEO.

 

Ao elaborar seu texto, aborde, necessariamente, os seguintes aspectos:

– as relações entre identidade, identificação e essencialismo identitário; [valor: 10,00 pontos]

– o impacto da globalização na proliferação de novas identidades; [valor: 12,00 pontos]

– a relação entre as lutas por reconhecimento identitário e o Estado. [valor: 16,00 pontos]

 

Dicas da Oficina

Antes de começar a escrever, pesquise sobre o tema e anote os argumentos relevantes que encontrar. Selecione opiniões contrárias e favoráveis ao assunto, exemplos, dados estatísticos e verifique se a legislação brasileira fala algo sobre o tema.

Na hora de escrever, simule o ambiente de prova. Escreva em uma folha de redação numerada, cronometre o tempo e não se distraia. Isso fará com que você fique menos ansioso durante a prova oficial.

Peça a alguém para corrigir suas redações. Você pode pedir a um amigo, a um professor ou pode enviar seus textos para a equipe da Oficina de Redação. Se você adquirir um dos nossos Planos de Correção, faremos comentários sobre os erros cometidos e daremos dicas para você corrigi-los.

Independentemente de qual alternativa escolher, corrigir os erros antes da prova é o que garantirá a sua aprovação, portanto, não deixe de fazer isso.