My Account

[woocommerce_my_account]
  • tasso86

    É indiscutivel que a agua não é um recurso infinito,é tanto que a população da região nordeste do Brasil sofre a seculos com esse problema,mas agora a seca atinge o sudeste Brasileiro, causando varios problemas.Dentre tantos fatores relevantes,podemos destacar problemas para cultivar os alimentos na agricultura,na industria a falta de agua vai gerar problemas nos processo produtivo e vai atingir as pessoas com falta de agua nas necessidades basicas.
      Sabe-se que 70% do consumo de agua vem da agricultura,a escassez do precioso liquido vem diminuindo a cada ano e devido a falta de planejamento das autoridades competentes com falta de investimentos no aumento das fontes de captação e armazenamento de agua,desmatamento das florestas para uso para pastagem na alimentação dos rebanhos que consomem muita agua,tanto para cultivar as gramineas,como para consumo do animais do rebanho e tambem a fruticultura tropical irrigada,sendo uma grande consumidora de agua desde o plantio da semente e pricipalmente na fase de floração-frutificação.
        É  notório que a industria é uma grande utilizadora de agua para a produção do setor textil,quimico e o de celulose,sendo que com a escassez de chuvas e consequentemente de agua,isso gerará muitos problemas,principalmente o desemprego com as demissões,por falta do liquido precioso,para manter a produção do setores acima citados.
        Sabe-que sem agua não conseguimos manter nossas necessidades basica que são alimentação,banho e limpeza, e estar sendo isso que as pessoas estão sentindo com as escassez da agua,gerando problemas no comercio local,tendo que funcionar em horarios diferenciados ,começando a utilizar por exemplo copos descartaveis e reutilizando a agua na limpeza do ambiente.
       Diante do exposto,fica claro que a agua nao é um recurso infinito e que as autoridades precisam reconhecer este fato como realidade e investir em mais fontes de captação e armazenamento de agua,manutenção do sistema e na conscientização das pessoas frente ao crescimento populacional e diminuição das chuvas